Startups: os novos motores da engenharia

Startups: os novos motores da engenharia
1091 visualizações
Criado em Modificado em

Tema da próxima websérie do projeto “Uma NOVA Engenharia para um NOVO Brasil”, startups são alternativa para quem busca uma nova forma de empreendimento.

Empresas de base tecnológica, com perfil de crescimento acelerado e potencial de larga escala. Assim são definidas as startups, consideradas os novos motores da engenharia e uma alternativa para quem busca empreender. É dessa forma que o coordenador da Hotmilk, aceleradora da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Leonardo Tostes, define esse tipo de negócio, que será o tema da próxima websérie do projeto “Uma NOVA engenharia para um NOVO Brasil”, transmitido nesta quarta-feira às 16h45 no Facebook da Gazeta do Povo e Facebook do Crea-PR.

Para Tostes, as competências dos engenheiros, como a capacidade de encontrar linhas lógicas e construir processos podem ser aplicadas para criar, investir ou alavancar uma startup. Ainda de acordo com o coordenador, que será um dos entrevistados da websérie, uma equipe com competências multidisciplinares é um dos segredos das startups de sucesso. Um grupo formado por especialistas da área, como por exemplo um engenheiro civil no caso de soluções com foco em construção e ter um especialista na área digital, como ocorre no caso de engenheiro da computação, eletrônico e similares ajuda a tornar uma ideia potencial em negócio que irá se estruturar de forma correta.

O debate também contará com a participação do engenheiro mecânico Ricardo Vidinich que é o coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Mecânica e Metalúrgica do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado do Paraná (Crea-PR).

Para saber mais sobre o mundo das startups e suas influências na engenharia e na agronomia, acompanhe ao vivo a transmissão da websérie “Startups: os novos motores da engenharia” nesta quarta-feira às 16h45. 

Termos utilizados nas startups

Ecossistema: Conjunto de pessoas e organizações que correspondem ao empreendedorismo e inovação (empreendedores e suas respectivas startups, investidores, incubadoras e aceleradoras, universidades, poder público, provedores de serviços de todos os tipos, grandes empresas, organizações de fomento).
Alavancagem: Participação de recursos de terceiros no desenvolvimento financeiro de uma empresa.

X